Publicado em : ter, jun 13th, 2017

Ex-modelo, âncora da Record Bahia deixa Globo em 2º há quase um ano

hqdefault

Ricardo Feltrin

Colunista do UOL

Jessica Senra trabalhou durante anos como modelo, profissão que começou muito cedo, aos 13, graças ao rosto bonito e quase 1m80. No começo dos anos 2000, ela trocou as passarelas e os estúdios de fotografia pelo jornalismo.

Se deu bem. Hoje, aos 34 anos, é uma das responsáveis em dar dor de cabeça diariamente à Globo na disputa pelo ibope na Grande Salvador.

Há cinco anos Jessica é âncora do “Bahia no Ar”, principal telejornal matinal da Record (TV Itapoan) na região.

Exibido das 7h30 às 9h, há quase um ano o telejornal lidera a audiência, deixando a Rede Bahia (Globo) em segundo lugar.

Não é pouca coisa. No horário em que o telejornal de Jessica está no ar, ele vence o “Bom Dia Brasil” e mais uns minutinhos do “Mais Você”, de Ana Maria Braga.

“Eu nunca imaginei que um dia fosse fazer parte de uma produção que venceria a Globo, mas crescemos de forma consistente nos últimos anos. Não chegamos ao primeiro lugar por acaso”, diz a jornalista, que se considera uma âncora “opinativa”.

“Percebemos que nosso público quer ver um jornalismo popular, mas não policialesco. Ele quer saber do trânsito, de serviços, do clima, de matérias especiais e úteis. Além disso eu tenho toda a liberdade para opinar”, afirma.

Desde maio de 2016, o único mês que o “Bahia no Ar” não derrotou a Globo foi em dezembro, mas por muito pouco.

Em alguns meses chegou a abrir mais de 4 pontos de vantagem sobre a rival. Em Salvador, segundo dados da Kantar Ibope, cada ponto vale por 14 mil domicílios sintonizados.

O telejornal matinal não é a única pedra no sapato da Globo na Grande Salvador.

@feltrinoficial

 

Deixe seu Comentário