Homem que quer ser ‘alienígena’ e transformou mão em garra agora quer amputar perna

Homem que quer ser 'alienígena' e transformou mão em garra agora quer amputar perna (Foto: Reprodução)

Francês é viciado em modificações corporais

As modificações corporais vão continuar fazendo parte da vida de Anthonny Loffredo, francês que sonha em se tornar um “alienígena preto”. Após tatuar todo o corpo, incluindo globos oculares, remover nariz, lábio superior e dois dedos da mão, agora ele quer amputar uma das pernas.

Loffredo, que já havia revelado que seu visual extremo o impedia de encontrar trabalho, disse: “É algo muito difícil porque tenho uma perna saudável e uma amputação é algo grande.”

Apesar de passar por uma série de procedimentos cirúrgicos – inclusive para dividir sua língua ao meio e remover suas orelhas – ele revelou que ainda está ‘44%’ no caminho para seu objetivo de se tornar um ‘alienígena preto’.

Loffredo disse que quer alterar ainda mais seu rosto antes de se concentrar em amputar a perna. O francês, que tem 1,2 milhão de seguidores no Instagram, passou por uma cirurgia para fazer um buraco na pele abaixo do lábio inferior.

Ele também teve inúmeros implantes colocados sob sua pele. O influencer já revelou o desejo de dividir o pênis em dois.

Valente: nova indústria com capacidade para gerar 1.000 empregos está com terraplanagem a todo vapor

O terreno fica ás margens da rodovia BA 416 na saída de Valente para São Domingos

113

VIRAM

Em ritmo acelerado está o andamento da terraplanagem da área para implantação do novo galpão da Empresa Calçadista Lia Line, que terá capacidade para geração de mais 1.000 empregos diretos em Valente. A obra é realizada pela Prefeitura Municipal com recursos próprios.

A ampliação da indústria está sendo possível mediante uma parceria da empresa com a gestão municipal, fruto de uma articulação do prefeito Ubaldino Amaral (UB), que, preocupado com a geração de emprego e o fomento à economia do município, procurou os executivos da empresa com o objetivo de contribuir para a abertura de novas oportunidades de trabalho para a população.

Prefeito Ubaldino Amaral | Foto: Raimundo Mascarenhas

O prefeito Ubaldino Amaral comemorou o andamento da obra. “Estamos caminhando para cumprir mais uma de nossas promessas de campanha, que é a de geração de emprego e renda. A vinda de mais essa indústria é de uma importância fundamental. Além dos atuais 600 empregos, que serão mantidos, essa nova indústria gerará, no total, 1.600 empregos e fomentará a renda de muitas famílias, contribuindo assim para o crescimento econômico de Valente e da região. É um avanço muito grande para nosso município que será destaque não só nesta região, mas em todo o nosso Estado”, afirmou o gestor.

Governo do estado conclui compra das ações da Gaspetro na Bahiagás

O governo estadual oficializou, nesta segunda-feira (25), a compra das ações da Gaspetro na Bahiagás por R$ 540 milhões. Com isso, o estado passa a ter 75,5% das ações da companhia (anteriormente eram 51%) e o capital total sai de 17% para 58,5%.

A previsão é de que a liquidação do processo seja concluída no mês de agosto. Mesmo com a maior participação do governo na empresa, a gestão estadual afirma que não se trata de uma estatização. Para o secretário de Infraestrutura da Bahia, Marcus Cavalcanti, também conselheiro da Bahiagás, a operação é uma forma de valorizar a empresa baiana.

“A Bahiagás é a companhia estadual com o maior portfólio de supridores de gás natural do país. Além disso, a empresa vem crescendo em número de clientes e registrou lucro de mais de R$ 110 milhões somente em 2021”, afirmou Cavalcanti.

A contribuição da companhia para o desenvolvimento socioeconômico do estado foi destacada pelo diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza.

“A visão e tomada de posição do Governo do Estado reforçam a tarefa dada à Companhia, para continuar ampliando o seu Plano de Investimentos, desenvolvendo o seu Plano Diretor de Expansão e cumprindo com uma das premissas da concessão, que é a de levar o gás natural para todas as regiões do estado”, pontuou Gavazza.

http://bahianoticias.com.br

Viúvas de militares protestam contra projeto de lei que altera pensão na Bahia

Viúvas de militares protestam contra projeto de lei que altera pensão na Bahia

Viúvas dos militares estaduais que faleceram desde janeiro de 2022 vão realizar um protesto contra o Projeto de Lei 24.532/2022, que estabelece regras para a concessão dos benefícios de pensão de militares baianos, na quarta-feira (27), durante uma audiência pública da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). Elas argumentam que o governo determinou que todos os requerimentos administrativos de pensão por morte fossem suspensos, alegando a “inexistência de lei permissiva” para concessão do benefício.

“Apesar dos militares terem contribuído para previdência estadual por longos anos, hoje suas viúvas, filhos e demais dependentes encontram-se desamparados pelo Estado da Bahia. Estima-se que mais de 200 famílias de policiais militares convivem atualmente com total descaso e abandono, passando por dificuldades financeiras, diante da omissão estadual”, diz nota divulgada pela Associação dos Oficiais Militares Estaduais da Bahia (Força Invicta).

A associação aponta que são quase oito meses de espera pelo julgamento do requerimento de pensão por morte, por parte de viúvas, filhos menores e demais beneficiários de policiais militares falecidos este ano. “Sem qualquer perspectiva de análise destes processos, estamos sofrendo muito. Atualmente, conto com a ajuda de parentes e amigos para me alimentar, comprar medicamentos e pagar as demais despesas para conseguir sobreviver”, relata Avani de Jesus, uma das viúvas que ainda não recebeu o benefício desde fevereiro.

Segundo a associação, o Estado alega que a motivação para suspensão dos processos administrativos é por conta da tramitação deste Projeto de Lei, que embora não tenha sido votado ainda, pode ser incluído na pauta de votação na Assembleia Legislativa a qualquer momento.  “Precisamos unir forças com o objetivo de impedir os impactos que podem surgir se o projeto for aprovado”, ressalta o presidente da Força Invicta, tenente-coronel da Polícia Militar Copérnico Mota.

O Governo do Estado informou, por meio de nota, que enviou projeto de Lei à Assembleia Legislativa voltado à regulamentação das pensões militares a partir de 1º de janeiro de 2022, data na qual terminaria a vigência da prorrogação permitida pelo art. 26, da Lei Federal n° 13.954/2019, que possibilitava a aplicação da legislação anterior, até o último dia de 2021.

“É importante destacar que o Estado da Bahia está impossibilitado de aplicar a legislação federal, por exigência da citada Lei Federal, que inseriu o art. 24-D no Decreto-Lei n° 667/1969, de acordo com parecer PA/NPREV n° 509/2021, da Procuradoria Geral do Estado”, explicou a Secretaria de Administração do Estado da Bahia (Saeb).

A pasta destacou que a pauta para concretização da Lei, que estava programada para votação no dia 12 de abril deste ano, foi travada por efeito de liminar judicial impetrada pela Associação de Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia (Aspra). Em função disso, o Governo encaminhou um novo PL, no dia 31 de maio, e espera que, com isso, a pauta possa ser votada para que as pensões sejam concedidas.

Leia a nota do Governo do Estado na íntegra:

O Governo do Estado enviou projeto de Lei à Assembleia Legislativa, voltado à regulamentação das pensões militares, a partir de 1º de janeiro de 2022, data na qual terminaria a vigência da prorrogação permitida pelo art. 26, da Lei Federal n° 13.954/2019, que possibilitava a aplicação da legislação anterior, até 31/12/2021.

É importante destacar que o Estado da Bahia está impossibilitado de aplicar a legislação federal, por exigência da citada Lei Federal, que inseriu o art. 24-D no Decreto-Lei n° 667/1969, de acordo com parecer PA/NPREV n° 509/2021, da Procuradoria Geral do Estado.

Para surpresa de todos que esperavam pela concretização da Lei, haja vista a imperiosa necessidade de resolução da falta de lastro legal para concessão de pensões militares cujo óbito ocorreu a partir de 01/01/2022, a pauta, que estava programada para votação no dia 12/04 do ano corrente, foi travada por efeito de liminar judicial impetrada pela ASPRA.

A perplexidade decorre, sobretudo, em razão do PL apresentado pelo Executivo somente trazer vantagens para os militares baianos, na comparação com as regras de concessão de pensões dos civis e aplicadas aos militares até 31/12/2021, dentre elas:

– O valor da pensão militar é fixado em 100% da remuneração do policial ou bombeiro, enquanto que esse percentual para o civil parte de 50% com acréscimo de 15% a depender da quantidade de dependentes; O rateio da pensão militar é feito em cotas partes iguais e quando um dos beneficiários perde a condição de dependente, o valor é redistribuído – no caso dos civis não existe essa reversão.

No entanto, em função da liminar judicial, o Governo encaminhou novo PL, no dia 31/05/2022, e espera que, com isso, a pauta possa ser votada para que as pensões sejam concedidas.

 

Novas identidades começam a ser emitidas hoje, mas Bahia fica de fora; entenda por quê

Bahia

Foto Reprodução

A estudante Laís Lima, 28 anos, levou meses até conseguir memorizar os números do Registro Geral dela, da mãe e dos avós. Um total de 40 dígitos, que precisavam ser repetidos na sequência correta para conseguir marcar consulta médica ou fazer uma compra pela internet. Um conhecimento que não terá mais utilidade depois que a Bahia começar a emitir a nova versão da Carteira de Identidade, no ano que vem, porque o novo documento terá apenas o número do Cadastro da Pessoa Física (CPF).

O Rio Grande do Sul começa a emitir a Carteira de Identidade Nacional (CIN) nesta terça-feira (26), e outros quatro estados e o Distrito Federal passam a adotar o modelo nos próximos dias. Além do CPF, o documento tem nome, filiação, sexo, nacionalidade, local e data de nascimento do titular.

Laís acredita que a mudança vai simbolizar economia de tempo, mas fez uma reclamação. “Agora, a gente não vai ter mais que preencher RG na hora que for fazer um cadastro, será necessário apenas o CPF, quer dizer, são dez números a menos para memorizar. Isso é bom. Pena que a foto 3×4 não pode ser opcional, eu nunca fico bem nessas fotos, desde o tempo da escola, não sei o que acontece”, brincou.

Quem não tiver CPF ou estiver com irregularidades no documento precisa procurar a Receita Federal. Antes da mudança, uma pessoa poderia ter um RG da Bahia e outro de Pernambuco, por exemplo, porque cada estado tem liberdade para emitir o registro. Agora, cada cidadão terá apenas um número, já que o CPF é emitido pela Receita Federal, um órgão nacional.

A carteira tem também informações sobre o órgão expedidor, assinatura, validade em todo o território nacional e para todos os fins legais. A nova versão terá modelo físico, em papel de segurança ou cartão de policarbonato, e modelo digital. O uso do nome social poderá ser registrado, sem exigência de documentação comprobatória, mas o nome de registro civil permanecerá na carteira.

Tecnologia

Outra novidade é que a carteira de identidade terá código de barras bidimensional no padrão QR (Quick Response Code) e zona de leitura mecânica (Machine Readable Zone), a mesma que consta nos passaportes, o que vai permitir a leitura digital do documento.

O promotor de vendas Davi Azevedo, 25, gostou da mudança. “Vai ser mais fácil para viajar, por exemplo, porque a conferência dos documentos será mais rápida e segura com a leitura digital. Hoje em dia as companhias áreas e as empresas de ônibus têm leitores digitais, então, acredito que será bom para todo mundo. Na hora de entrar no cinema, festa etc também vai ser mais rápido”, opinou.

Quando o serviço entrar em operação, qualquer pessoa poderá solicitar a nova versão, mas o modelo antigo ainda terá validade pelos próximos dez anos. O decreto nº 10.977 com as regras para emissão da nova carteira de identidade foi publicado em 23 de fevereiro, e os estados têm até 6 março de 2023 para começar a produzir o documento. Por enquanto, confirmaram o serviço Rio Grande do Sul, Acre, Goiás, Minas Gerais e o estado do Paraná, além do Distrito Federal.

Procurado, o Departamento de Polícia Técnica (DPT), responsável pelo Instituto de Identificação Pedro Mello (IIPM), órgão expedidor das carteiras de identidade na Bahia, informou que o processo para confecção da nova versão está em andamento, mas não determinou prazo para o serviço entrar em operação.

“No âmbito do Departamento de Polícia Técnica, o diretor-geral e as equipes responsáveis já realizaram tratativas que estão sendo encaminhadas. O prazo estabelecido pelo Decreto Federal é março de 2023”, diz a nota.

A Receita Federal também foi procurada, mas não se manifestou até o fechamento desta reportagem. (Correio – Foto Reprodução)

Foi Sucesso de público e organização a Feira da Economia Solidária ,100 edições, em Serrolândia

Dezenas de empreendedores solidários marcaram presença no importante evento que aconteceu de 21 a 23 de julho, na Praça do Arraiá, em Serrolândia.

A feira contou 34 barracas de comercialização. Entre os produtos vendidos estão itens de agricultura familiar, alimentos e artesanatos. O evento fez parte da programação de comemorações do aniversário de 60 anos de emancipação do município.

Considerado sucesso tanto pela organização, quanto pelo bom número de visitantes, o evento contou com a presença do coordenador-geral do Cesol Piemonte da Diamantina e Municípios, Nilo Ramos, da coordenadora Institucional, Camila Machado, da coordenadora Administrativa, Ana Paula Cerqueira, além do agente de vendas Daniel Rocha e do agente socioprodutivo, Jean Cezar (Júnior Quilombola).

“A feira é um espaço que oportuniza a apresentação de produtos preparados para a comercialização e que, muitas vezes, são desconhecidos pelos próprios moradores da cidade. Um exemplo é o Mel Caiçara, que foi um dos grandes atrativos do evento”, lembrou Nilo Ramos.

O mel é produzido por um grupo ligado a Associação de Desenvolvimento Comunitário do Assentamento Caiçara, zona rural de Serrolândia.

 

Nilo ainda ressaltou: “tivemos uma feira maravilhosa em Serrolândia.   Aqui eu quero agradecer a gestão municipal, através do prefeito Gildo Mota Bispo e toda sua equipe, que não mediu esforços para alcançarmos o pleno sucesso do evento. Parabéns a todos!”.

A Feira da Economia Solidária ,100 edições, é realizado pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Estado da Bahia- SETRE.e pela Casa da Cidadania com apoio da ADESBA e Prefeitura de Serrolândia.

Auxílio a taxista terá 2 parcelas em 16 de agosto


Wilson Novaes 26/07/2022

As duas primeiras parcelas do auxílio para motoristas de táxi serão pagas em 16 de agosto. O calendário do BEm-taxista (Benefício Emergencial aos Motoristas de Táxis) vai até dezembro deste ano e o valor máximo de cada parcela será de R$ 1.000.

Na segunda-feira (25), o governo federal começou a receber os dados das prefeituras sobre os taxistas que poderão obter o auxílio. As duas primeiras parcelas de R$ 1.000,00 (cada) serão pagas aos motoristas relacionados nos arquivos enviados até 31 de julho.

O BEn-taxista faz parte da PEC (proposta de emenda à Constituição) dos Benefícios Sociais, promulgada no último dia 14 pelo Congresso Nacional. A medida autoriza o governo federal a gastar R$ 41,2 bilhões para conceder benefícios sociais apenas até o fim do ano, com início do pagamento a alguns meses das eleições.

Terão direito ao pagamento os motoristas de táxi devidamente registrados nas prefeituras, com concessões ou autorizações (alvará) até 31 de maio de 2022. O benefício somente será pago a quem estiver com CPF e CNH regulares.

Avó e neta de 5 anos morrem vítimas de atropelamento na BA-220

Vítimas foram atingidas por microônibus quando a criança saía de transporte escolar

Publicado domingo, 24 de julho de 2022 às 09:03 h | Atualizado em 24/07/2022, 09:03 | Autor: Da Redação

Caso aconteceu no povoado de Tombão por volta de 12h30
Caso aconteceu no povoado de Tombão por volta de 12h30 –
Uma idosa e sua neta, de 5 anos, morreram atropeladas na tarde desta sexta-feira, 22, no povoado de Tombão, zona rural do município de Campo Formoso, no Centro-Norte da Bahia.

De acordo com as autoridades, a tragédia aconteceu na BA-220, por volta das 12h30, quando a garota, identificada como Ângela Natieli de Sousa Evangelista, desceu de um veículo de transporte escolar e atravessou a pista para encontrar a avó. Ao perceber o risco, a senhora Mirtes Santos de Sousa foi de encontro à neta e as duas acabaram sendo atingidas por um microônibus.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e chegou a socorrer as vítimas para o Hospital São Francisco, mas elas não resistiram aos ferimentos e morreram no local.

Depois do acidente, a comunidade realizou uma manifestação para cobrar a instalação de redutores de velocidades na região. Pedestres que precisam passar pela via disseram ser comum a ocorrência de acidentes.

Por meio de nota, a Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra) informou que analisará a viabilidade da implantação de redutores de velocidade no local.

Há 84 anos morria Lampião e Maria Bonita no massacre da Grota do Angico

Após dois anos sem ser realizada por causa da pandemia da Covid-19, a 25ª Missa do Cangaço volta a acontecer no próximo dia 28, data de aniversário do massacre de Angico.

Há 84 anos, policiais comandados pelo tenente João Bezerra cercaram os 34 cangaceiros e cangaceiras e abriram fogo com metralhadoras portáteis, matando na hora 11 pessoas, inclusive Virgulino Ferreira da Silva, o “Lampião”, e Maria Bonita.

A missa está marcada para às 8h30, no Monumento Natural Grota do Angico, local da chacina. Organizado pela neta de Lampião, jornalista Vera Ferreira, o ato religioso será prestigiado por populares, estudiosos do cangaço, professores, alunos e pesquisadores de diversas partes do Nordeste.

O grupo liderado por Lampião acampou na fazenda Angicos no dia 27 de julho de 1938. A área era considerada por Virgulino como de extrema segurança, longe das vistas das forças policiais. Mas na manhã do dia seguinte, os cangaceiros foram vítimas de uma emboscada, organizada por soldados do vizinho estado de Alagoas, sob a batuta do tenente João Bezerra. De acordo com pesquisadores, o combate durou menos de meia hora e poucos conseguiram escapar ao cerco. Eufóricos com a vitória, os policiais mutilaram os mortos e apreenderam todo o dinheiro, o ouro e as joias.

O Monumento Natural Grota do Angico (Mona) − unidade de conservação gerida pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, está localizado no município de Poço Redondo, sertão de Sergipe. Desde a sua criação, a unidade recebe visitantes de várias partes do Brasil e do exterior, para a realização de estudos e pesquisas científicas. Além de abrigar o local da história do Cangaço, representa a única unidade de conservação estadual do bioma caatinga.

Via Redação redeGN Foto Ilustrativa

Idoso que apareceu vivo no próprio velório morre no interior da Bahia

O homem que apareceu no próprio velório na verdade estava trabalhando; corpo era de outra pessoa

.

Em março de 2014, João Marcos Ribeiro apareceu vivo no próprio velório, na cidade de Vitória da Conquista, no sudoeste baiano, após um dos filhos atestar no Instituto Médico Legal (IML) que o corpo de um outro homem era do pai. Na quarta (20), o idoso, que ficou conhecido após o caso ser veiculado em rede nacional, faleceu aos 74 anos, em uma unidade hospitalar, onde tratava de um problema de saúde.

À época do fato inusitado, um dos filhos do idoso recebeu um telefonema. Do outro lado da linha, uma pessoa informou que o seu pai sofreu um acidente de trânsito e que não resistiu aos ferimentos. Desesperado, ele foi até o IML e assinou a documentação confirmando que o cadáver era do seu genitor. O fez sem ao menos ver o corpo do falecido.

 

gt
O homem apareceu vivo no próprio velório em 2014 (Foto: Reprodução/Blog do Anderson)

Após os trâmites funerários, o corpo foi levado até à casa da família, onde passou a ser velado por parentes e amigos de João Marcos. Muitos desconfiaram que o homem que estava no caixão era uma outra pessoa. Em um determinado momento, enquanto todos choravam pela sua morte, que não aconteceu, o idoso chegou em casa para o susto e, ao mesmo tempo, alegria de todos. “Eu estava trabalhando”, teria dito.

O caso teve tanta repercussão que o idoso foi convidado a ir aos estúdios Globo, no Rio de Janeiro, participar do programa Encontro. João Marcos deixa cinco filhos