Mega-Sena 2.393: Confira o resultado do sorteio de hoje (24/07) de R$ 7 milhões

O sorteio do concurso foi realizado às 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa

Bilhete Mega Sena
Bilhete Mega Sena
Foto
Foto: Alexandre Mota

A Caixa sorteou, na noite deste sábado (24) a Mega-Sena 2.393 , que pode pagar R$ 7 milhões ao apostador que acertar as seis dezenas sorteadas.

Veja os números sorteados:

26 – 27 – 28 – 32 – 38 – 51

O sorteio do concurso foi realizado às 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo (SP).

As apostas para a Mega-Sena podem ser feitas diariamente em qualquer lotérica do país, no site Loterias Caixa e no app Loterias Caixa (para Android e iOS). Clientes do banco podem apostar por meio do Internet Banking Caixa.

O valor de uma aposta simples (6 dezenas) na Mega-Sena é de R$ 4,50.

202 municípios baianos não registraram mortes causadas por Covid-19 no mês de julho; Senhor do Bonfim é um deles

Segundo Vilas-Boas, a Bahia ultrapassou a marca de seis milhões de vacinados com a primeira dose ou dose única de imunizante contra a Covid-19. O número representa mais de 53% da população baiana a partir dos 18 anos.

Além disso, houve queda de até 77% nas internações de pessoas acima de 60 anos, quando comparado os meses de março e junho desse ano.

“Os dados comprovam a eficácia da vacinação, mas isso só está sendo possível graças ao planejamento estadual na aquisição de insumos para a aplicação das vacinas e a logística de distribuição em até 24 horas para os 417 municípios. Os gestores municipais também estão de parabéns ao criarem estratégias para vacinar rapidamente”, analisa o secretário.

Veja a lista completa dos municípios que não registraram óbitos causados por Covid-19:

Abaíra, Abaré, Adustina, Aiquara, Alcobaça, Almadina, Amélia Rodrigues, América Dourada, Andaraí, Andorinha, Angical, Anguera, Antônio Cardoso, Antônio Gonçalves, Aporá, Apuarema, Araças, Araci, Aramari, Arataca, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra Do Choça, Barra Do Rocha, Barro Alto, Barro Preto, Barrocas, Belmonte, Biritinga, Boa Vista Do Tupim, Bom Jesus Da Serra, Boninal Bonito, Brejões, Brejolândia, Buritirama,Caém, Caetanos, Cafarnaum, Cairu Caldeirão Grande, Camacan, Canápolis, Candiba, Canudos, Capela Do Alto Alegre, Caraíbas, Caravelas, Cardeal Da Silva, Castroalves, Catolândia, Caturama, Chorrochó, Coaraci, Conde, Contendas Do Sincorá, Cordeiros, Coribe, Cotegipe, Cravolândia, Crisópolis, Cristópolis, Dário Meira, Dom Basílio, Dom Macedo Costa, Érico Cardoso, Esplanada, Fátima, Feira Da Mata, Firmino Alves, Floresta Azul, Gavião, Gentio Do Ouro, Governador Mangabeira, Guajeru, Guaratinga, Ibipeba, Ibiquera, Ibirapitanga, Ibirapuã, Ibirataia, Ibitiara, Ibititá, Ichu, Igaporã, Igrapiúna, Iguaí, Iraquara, Itacaré, Itagi, Itagibá, Itagimirim, Itaju Do Colônia, Itambé, Itanagra, Itapé, Itapebi, Itapitanga, Itaquara, Itarantim, Itatim, Itororó, Ituaçu, Ituberá, Jacarac, Ijaguaripe, Jandaíra, Jiquiriçá, João Dourado, Jucuruçu, Jussara, Lagoa Real, Lajedinho, Lajedo Do Tabocal, Lamarão, Lençóis, Licínio De Almeida, Macajuba, Macarani, Maetinga, Maiquinique, Malhada, Malhada De Pedras, Mansidão, Mascote, Matina, Milagres, Mirangaba, Mirante, Morpará, Mortugaba, Mulungu Do Morro, Mundo Novo, Muniz Ferreira, Muquém De São Francisco, Nordestina, Nova Fátima, Nova Itarana, Nova Redenção, Nova Soure, Ouriçangas, Ourolândia, Palmeiras, Paramirim, Paratinga, Pedrão, Pedro Alexandre, Pilão Arcado, Pindaí, Pindobaçu, Pintadas, Piripá, Piritiba, Planaltino, Ponto Novo, Presidente Tancredo Neves, Quixabeira, Retirolândia, Riachão Das Neves, Riachão Do Jacuípe, Ribeira Do Amparo, Ribeirão Do Largo, Rio Do Pires, Santa Bárbara, Santa Brígida, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz Da Vitória, Santa Inês, Santa Teresinha, Santa Luz, Santo Amaro, São Félix, São Félix Do Coribe, São Francisco Do Conde, São Gabriel, São José Da Vitória, São José Do Jacuípe, Saubara, Saúde, Sebastião Laranjeiras, Senhor Do Bonfim, Serra Do Ramalho, Serra Dourada, Serra Preta, Sítio Do Mato, Sítio Do Quinto, Souto Soares, Tabocas Do Brejo Velho, Tanquinho, Taperoá, Teofilândia, Terra Nova, Ubaitaba, Urandi, Utinga, Várzea Da Roça, Várzea Do Poço, Várzea Nova, Varzedo Vereda, Wagner.

Sesab da Bahia

Tribunal de Contas dos Municípios Rejeição das contas do ex-prefeito de Cansanção é mantida

Foto Reprodução

Na sessão desta quinta-feira (22/07), realizada por meio eletrônico, os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios concederam provimento parcial ao recurso ordinário apresentado pelo ex-prefeito de Cansanção, Paulo Henrique de Andrade, mas mantiveram a decisão pela rejeição das contas relativas ao exercício de 2019. Isto porque o gestor não conseguiu comprovar o cumprimento do limite de 54% para despesa com pessoal. Foi mantida, assim, a multa de R$64.800,00 – que corresponde a 30% dos seus subsídios anuais.

No entanto, o conselheiro Paolo Marconi, relator do recurso, reduziu de R$6 mil para R$5 mil a segunda multa imputada. Os novos documentos apresentados pelo prefeito comprovaram a aplicação de recursos em percentual superior ao exigido na manutenção e desenvolvimento do ensino (25,17%) e no pagamento da remuneração dos profissionais do magistério com recursos do Fundeb (64,74%), sanando essas irregularidades que também foram apresentadas como causa da rejeição.

A procuradora-geral Camila Vasquez, do Ministério Público de Contas, também opinou pelo provimento parcial do recurso ordinário em relação aos tópicos do cumprimento do art. 212 da Constituição Federal, dos gastos mínimos com o Fundeb, e apresentação do decreto de aprovação do Quadro de Detalhamento de Despesa. Manteve, em relação ao mérito, a rejeição da prestação de contas pelo descumprimento do limite de 54% de gastos com pessoal, estabelecido na Lei Complementar n. 101/00 (LRF). (TCM – Foto Reprodução)

MP recomenda suspensão da instalação de parque eólico em Canudo

Foto Reprodução

O Ministério Público estadual expediu esta semana a recomendação ao Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema) e à empresa Voltalia Energia do Brasil Ltda. a suspensão das atividades de implementação de um parque eólico no município de Canudos. Conforme a recomendação, a instalação do empreendimento pode causar “impactos irreversíveis para a fauna da região e para as comunidades tradicionais”.

Ao órgão estadual, responsável pelo processo de licenciamento do empreendimento, o MP recomendou que ele suspenda ou anule a licença ambiental do parque, para que seja exigida da empresa a elaboração de Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima), com posterior realização de audiência ou reunião técnica com ampla participação da população e comunidades afetadas, conforme prevê a Resolução Conama 462/2014. À empresa, foi recomendado que deixe de realizar qualquer medida para implantação do parque até que sejam sanados os problemas quanto às autorizações dadas pelo Inema; realize o EIA/Rima e promova a audiência pública desde que provocado pelo órgão ambiental.

Segundo a recomendação, na área de implantação do complexo eólico de Canudos habitam 11 comunidades, com aproximadamente 600 famílias, que não foram ouvidas sobre a instalação do empreendimento em uma região que utilizam para desenvolver atividades produtivas, culturais e sociais. O MP aponta ainda que o licenciamento ambiental do Inema desconsiderou ser a área de instalação do parque indispensável para a arara-azul-de-lear, uma ave ameaçada de extinção exclusiva da caatinga baiana, considerada “símbolo da região”. A recomendação destaca também que, conforme relatório anual de rotas e áreas de concentração de aves migratórias no Brasil, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), os parques eólicos têm sido uma ameaça a esses animais. (MP-BA – Foto Reprodução)

Embasa apresenta detalhes de obras em audiência pública em Senhor do Bonfim

A Embasa apresentou na noite desta quarta-feira (21) detalhes das obras em andamento no município de Senhor do Bonfim durante audiência pública organizada pela Prefeitura Municipal e realizada no auditório da Câmara Municipal de Vereadores.

O encontro teve a presença do gerente regional da Embasa, Raimundo Nonato; do gerente de Obras da Embasa, Álcio Belo, de engenheiros e técnicos da empresa; do prefeito de Senhor do Bonfim, Laércio Júnior; secretários municipais; vereadores e outras lideranças da sociedade civil organizada. A audiência presencial marca a retomada das atividades pelo poder legislativo após o avanço da vacinação contra o Covid-19 no município.

Durante o encontro, Raimundo Nonato apresentou detalhes da obra de ampliação do Sistema de Abastecimento de Água (SAA) de Senhor do Bonfim, da implantação do SAA do povoado de Estiva e da construção do novo laboratório de controle de qualidade da unidade regional.

De acordo com o gestor, as obras visam atender com melhor qualidade à população e ampliar a cobertura de atendimento no município. “Estas obras juntamente com a obra de implantação do sistema de esgotamento sanitário vão elevar de forma significativa os índices de atendimento de água e esgoto no município, contribuindo para o saneamento local e gerando desenvolvimento e qualidade de vida à população”, destacou Nonato.

A obra de esgotamento sanitário foi apresentada por Álcio Belo, onde destacou a importância do empreendimento, seus benefícios, a estrutura, os equipamentos a serem instalados, o processo de licenciamento e o trabalho social em decorrência da obra. “Estamos executando esta obra com o maior cuidado, com sinalização, segurança e o acompanhamento técnico, inclusive com o apoio da prefeitura municipal para que a população tenha menos transtornos”, afirmou o gerente de Obras.

O cuidado com a execução das obras e o rigor no acompanhamento e fiscalização também foi destacado pelo secretário de Obras do Município, Francisco Marinho, e pelo prefeito Laércio Júnior. De acordo com o prefeito, é natural o “quebra quebra” nas ruas e a geração de transtornos, mas elogiou o diálogo realizado entre a secretaria de Obras e a Embasa durante a execução das obras. “Gostaríamos de agradecer a todos por este diálogo e ressaltar a importância destas obras para o município, em especial pela geração de empregos e os diversos outros benefícios econômicos decorrentes destes empreendimentos”, ressaltou o gestor municipal.

Polícia Civil da Bahia ganhará reforço de aprovados em concurso

0
Foto: arquivo divulgação

O quadro efetivo da Polícia Civil da Bahia (PCBA) ganhará o reforço de 51 candidatos aprovados em concurso público para a instituição. O anúncio foi feito ontem (20) pelo governador Rui Costa, durante mais um ‘Papo Correria’. A convocação será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) nesta quarta-feira (21).

O grupo deve se apresentar para a entrega da documentação e dos exames pré-admissionais, como exigência para ingresso na função de investigador de polícia. Ao todo, serão duas publicações – ambas disponíveis para consulta no DOE e no Portal do Servidor, com orientações sobre data, hora e local da apresentação – além da lista dos itens exigidos em edital.

Para a delegada-geral Heloísa Campos de Brito, a convocação é mais uma conquista da sociedade, que terá mais policiais servindo na sua proteção. “Também é uma conquista de todos que se esforçaram para integrar esta instituição. Desejo boas-vindas aos nomeados“, afirmou. A última convocação para a corporação ocorreu em abril de 2021. No último ano, a área de segurança pública passou a contar com 237 novos profissionais, entre delegados, investigadores e escrivães.

Portaria detalha retorno das aulas do Ensino Médio e Fundamental na Bahia

Foto: Reprodução

A Secretaria da Educação (SEC) da Bahia publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (20) a portaria que estabelece orientações gerais e dispõe sobre o retorno híbrido das atividades letivas, na rede estadual de ensino. A portaria institui a segunda fase do ano letivo de forma híbrida, a partir da próxima segunda-feira (26); recomenda a observância de protocolos de biossegurança para o enfrentamento da pandemia da Covid-19; e estabelece a volta para as escolas de forma escalonada.

De acordo com a portaria, neste primeiro momento, no dia 26 de julho, só devem ir para as aulas semipresenciais na escola os alunos do Ensino Médio das diferentes ofertas e modalidades. Para as demais etapas, incluindo o Fundamental nas suas diferentes modalidades e ofertas, o início das aulas semipresenciais será no dia 9 de agosto e, até esta data, esses alunos continuam com as atividades do ensino remoto.

Para todas as situações, a realização das atividades letivas fica condicionada à ocupação máxima de 50% da capacidade de cada sala de aula e à observância aos protocolos sanitários. Cada turma de estudantes será dividida em duas, sendo uma turma formada por alunos cujo nome próprio seja iniciado por letra constante do grupo de letras de “A” a “I” e a outra turma formada por alunos cujo nome próprio seja iniciado por letra constante do grupo de letras de “J” a “Z”. A unidade escolar poderá fazer o ajuste relacionado a esta escala conforme a realidade de cada turma e em função de outro critério que a unidade escolar considere relevante.

A unidade escolar implementará a mesma organização de aulas programadas para as rotinas regulares, de modo que, a cada dia, metade da quantidade de alunos de uma turma participará das atividades de maneira presencial e a outra metade desenvolverá atividades de maneira não presencial, em sistema de alternância diária e com igual carga horária.

A alternância ocorrerá entre os dias da semana e entre as semanas. Assim, na semana 1, metade da turma irá na segunda, quarta e sexta, e a outra metade na terça, quinta e sábado. Na semana 2, os dias serão invertidos e quem foi na segunda, quarta e sexta-feira irá na terça, quinta e sábado, e o contrário. Essa alternância assegura que todos os estudantes tenham aulas presenciais de todos os componentes curriculares.

Escala

Caberá a cada Núcleo Territorial de Educação (NTE) validar a escala do retorno híbrido definida por cada unidade escolar, bem como efetuar o devido e respectivo acompanhamento. A escala do retorno híbrido deverá ser rigorosamente efetivada por cada unidade escolar, a fim de que nenhum aluno seja desassistido, respeitando-se o revezamento, sendo de absoluta importância o controle interno da frequência do aluno. A alternância das atividades é exclusiva dos estudantes. Os professores lecionarão nas turmas e nos horários definidos na programação e não modificarão os citados horários, exceto em função da inclusão dos sábados letivos, quando haverá atividades presenciais e remotas, conforme a escala do retorno híbrido descrita na portaria.

Homem é picado na boca por jibóia após tentar beijar cobra

Um homem foi picado na boca por uma cobra da espécie jibóia depois de tentar beijar o animal. A situação pra lá de inusitada foi registrada no município de Cruz das Almas, no interior da Bahia, nesta segunda-feira (19). De acordo com o site Forte na Notícia, depois de ser picado, o homem ainda compareceu à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cruz das Almas acompanhado da cobra que possui cerca de 2 metros.

A chegada do homem junto à jibóia causou pânico a quem presenciou a cena na Unidade de saúde. Após o corrido, a cobra foi resgatada pela Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente do município, que ficou responsável pelos seus cuidados.

Classificação Indicativa: Livre

Mães de duas vítimas de assassinato, em Juazeiro, cobram justiça para os crimes e apontam filho de vereador como mandante

Os jovens Clésio Alves, de 23 anos e Pedro Henrique, de 21 anos, foram assassinados nos dias 16 de janeiro e 14 de março, respectivamente, em Juazeiro. Fotos arquivo pessoal

Mães de jovens assassinados entre os meses de janeiro e março deste ano no município de Juazeiro, no Norte da Bahia, em contato com nossa redação, pediram justiça para os crimes, cobrando a prisão dos envolvidos, principalmente da pessoa apontada como mandante dos assassinatos.

De acordo com Gilvânia e Rafaela Castro, as investigações da Polícia Civil apontaram que um homem identificado como Manoel Luiz dos Santos Neto mandou assassinar os jovens Clésio Alves, de 23 anos e Pedro Henrique, de 21 anos. O acusado é filho do vereador Amadeus (PP) e até o momento não foi preso.

Clésio foi assassinado no dia 16 de janeiro, no bairro Tabuleiro. Gilvânia, mãe do jovem, relatou ao PNB sua revolta e sofrimento diante da impunidade.

“Meu filho foi assassinado por um adolescente, a mando do filho de Amadeus, o Manuel. Na época o acusado chegou a ser preso, mas foi solto 54 dias depois. A Polícia tem todas as provas, inclusive áudios onde o suspeito assumia que mandou matar meu filho. Os celulares foram para Salvador e até agora não retornou para a perícia. O Manuel foi denunciado pelo promotor e o processo está na vara do júri, no fórum. Ele está solto, e meu filho está no cemitério. Ele deixou meu neto órfão e muito sofrimento para toda a família. Está tudo em silêncio. Ninguém sabe desses crimes que estão acontecendo porque se trata de gente com influência envolvida. As pessoas tem medo, mas eu não posso me calar pelo meu filho. Está difícil, estou em depressão e quero respostas”.

Ainda de acordo com Gilvânia, o acusado também responde por outros dois processos por tráfico de drogas.

“No dia em que ele foi preso por mandar matar meu filho, a polícia encontrou com ele diversas drogas. Além disso, ele já havia passado oito meses preso por tráfico de drogas e responde a outros dois processos por tráfico. Ainda assim, ele continua solto. Ele me matou também. Não tenho mais vida, estou deprimida. Meu neto tem apenas 04 anos e chora todo dia pelo pai. Eles não podem está comandando em Juazeiro. Nós vivemos em uma sociedade livre. A gente não pode viver oprimido pela criminalidade. Eu não vou me calar, vou lutar até o fim”, acrescentou.

Outro crime que também teria sido a mando de Manuel aconteceu no dia 14 de março, quando outro jovem foi brutalmente assassinado na cidade. Pedro Henrique Souza Cruz, de 21 anos, foi morto com disparos de arma de fogo na residência da namorada, no bairro Coréia. De acordo com as investigações, o autor do crime foi um adolescente,  cunhado da vítima.

Rafaela, mãe de Pedro Henrique, também cobra justiça e afirma que o filho foi vítima de uma “armação” do filho do vereador.

“O meu filho era um jovem de 21 anos, funcionário público. Um jovem com sonhos a serem realizados e que foram interrompidos por um meliante que já tem várias denúncias, com provas concretas. Portanto, quero solicitar agilidade no caso do meu filho, pois o celular dele foi enviado para perícia em Salvador e até hoje não retornou. Eu sei que no celular dele encontraremos também provas referente a isto. Outra coisa, todos os depoimentos dos membros da residência onde meu filho foi assassinado se contradizem e relatam inverdades. Eu estou acompanhando toda a investigação e sei que a equipe do DHPP é muito eficiente, mas aos meus olhos, precisam agilizar o inquérito e dar uma resposta para o caso. Sou uma jovem mãe que teve que parar no tempo por uma crueldade sem tamanho. Estou em busca da resposta, pois sou uma cidadã, que pago impostos, e luta para viver de forma correta. Peço e imploro, humildemente por ajuda, pois acredito na justiça e não quero deixar de acreditar”.

O Ministério Público já denunciou Manuel Luiz dos Santos Neto, acusado pela morte de Clésio Alves, e aguarda marcação da audiência pela Justiça.

De acordo com informações obtidas pelo PNB, o Inquérito Policial que investiga o assassinato de Pedro Henrique, ainda não foi concluído. O MP aguarda conclusão para adotar as providências cabíveis.

O Preto no Branco está tentando contato com o Delegado Thyago, que assumiu as investigações, após a morte da delegada Adelina Castro, que vinha apurando os crimes. Até o momento não obtivemos respostas.

Estamos buscando contato com a defesa de Manoel Neto.

Da Redação PRETO NO BRANCO

MP avança para fase 2 e amplia atividade presencial

Foto ReproduçãoMinistério Público estadual avançou, a partir desta segunda, dia 19, para a fase 2 do plano de retorno às atividades presenciais da Instituição. A fase 2 autoriza a volta de 40% do quadro de membros, servidores e terceirizados nas sedes do MP que integram as regiões de saúde com ocupação geral em até 70% dos leitos de UTI (adulto e pediátrico). Até a última sexta-feira, dia 16, Salvador e 84 cidades do interior com sedes do MP estavam nesta situação, podendo voltar para a segunda etapa do retorno. Nesses locais, o serviço presencial ocorrerá, em escala de rodízio, das 9h às 14h. Desde o início da pandemia, o MP funcionou de forma remota sem prejuízo da sua atuação, inclusive com possibilidade de agendamento de atendimento presencial, em casos necessários. A Instituição está em processo de digitalização, atualmente com mais de 42% dos processos e procedimentos já digitalizados.

O atendimento presencial ao público será realizado a atores do Sistema de Justiça, autoridades e agentes públicos, “a exemplo de integrantes do Poder Judiciário, Advocacia Pública, Defensoria Pública, advogados, peritos e auxiliares da Justiça, autoridades policiais, assim como às partes e interessados que demonstrarem a necessidade de atendimento presencial, que será condicionado à observação das medidas indicadas no plano, tais como a utilização de EPI e a aferição térmica dos atendidos”. As demandas da população continuam sendo atendidas de forma remota, por meio dos canais disponibilizados ao público, como e-mail, telefone e site.

Desde outubro de 2020, o MP vem gradualmente, de acordo com as diretrizes das autoridades sanitárias, promovendo retorno ao trabalho presencial interno. Em 2021, entre 23 de fevereiro e 9 de maio, a Instituição regrediu para a fase 0, em razão da piora acentuada do quadro epidemiológico, quando a ocupação dos leitos da UTI supera 80%. A partir do último dia 10 de maio, o MP avançou para a fase 1. Atualmente, 48 municípios que possuem sede da Instituição estão autorizados a adotar a fase 1, com 30% do quadro em atividade presencial. Estão na fase 1 as cidades com ocupação entre 71% e 80% dos leitos de UTI.

A retomada se baseia nos critérios técnico-científicos adotados pelo Governo do Estado para definição da aplicação ou flexibilização de normas restritivas previstas no Decreto 20.400/2021, alterado pelos Decretos 20.441/2021 e 20.448/2021.

(MP-BA – Foto Reprodução)