Mesmo contra vontade, Globo terá que esticar “Salve Jorge”

rod

Globo bem que tentou evitar, mas os atrasos nas gravações de “Em Nome do Pai”, próxima novela das nove, fará “Salve Jorge” ganhar dez capítulos além do previsto, chegando ao fim no dia 31 de maio.

A próxima novela das nove só começa a ser gravada em abril, e a cidade cenográfica ainda nem foi construída. Apesar dos trabalhos adiantados por parte do autor da trama, vários imprevistos atrasaram a produção.

“Salve Jorge”, que acumula uma média de apenas 30 pontos, 7 abaixo que a antecessora “Avendia Brasil”, causou um impasse na Globo. Muitos diretores foram contra esticar a história, mas foi a única solução encontrada.

“Carrossel” torna-se um dos maiores fenômenos de venda da década

Em "Carrossel", Larissa Manoela (foto) vive a esnobe Maria Joaquina

Em “Carrossel”, Larissa Manoela (foto) vive a esnobe Maria Joaquina

Não é só no quesito audiência que “Carrossel” enche os olhos do SBT. No faturamento através da licenciação de produtos – que já ultrapassam a marca de 300 itens – a novela também surpreendeu a direção da emissora, surpresa com a intensidade do fenômeno.

Confira alguns números alcançados pela novela no mercado publicitário, divulgados pelo site Meio & Mensagem:

  • Carrossel já vendeu mais de 400 mil CD’s e DVD
  • Entre o Dia das Crianças e o Natal, Carrossel vendeu mais de 500 mil bonecas
  • Em dez dias, o álbum da novela vendeu cerca de 3 milhões de envelopes de figurinhas
  • Dos consumidores dos produtos da novela, 70% são meninas entre 7 e 12 anos
  • 33 marcas diferentes utilizaram Carrossel em seus produtos

Por essas e outras, a trama foi esticada e permanecerá no ar até o meado do ano. Caberá a “Chiquititas”, sua sucessora, manter os bons ventos de faturamento para o SBT.

CRIANÇAS DE MONTE SANTO CONTINUAM SENDO NOTÍCIAS

Mães adotivas junta assinaturas em petição para levar caso a instância superior.

monte_santo_mae_adotiva_4115368271

A médica Letícia diz que soube de internamento da menina de 2 anos, mas o Conselho Tutelar nega a informação.

Uma das mães que adotaram provisoriamente uma das cinco crianças retiradas à força da família em Monte Santo, no interior baiano, disse estar “desesperada” por saber da internação da menina de 2 anos que estava criando antes da ordem de retorno concedida pela Justiça. A médica Letícia Fernandes também lidera um movimento dos pais adotivos e conseguiu 6 mil assinaturas em uma petição pública para tentar levar o caso a uma instância superior em Brasília. O abaixo-assinado deverá ser apresentado ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

“Minha filha está internada e eu não posso fazer nada. Estou desesperada. Alguém precisa fazer alguma coisa. Sei que é verdade, ela está doente, precisam tomar uma atitude antes que o pior aconteça”, diz a médica Letícia Fernandes. Ela era mãe adotiva de S., 2 anos, a mais nova das cinco crianças. Os outros irmãos foram entregues a outras três famílias de Indaiatuba e Campinas.

Letícia contou ao portal UOL que a notícia da internação da criança chegou a ela através de denúncias anônimas que vem recebendo em seu celular. “Alguém lá da Bahia que está com dó de mim, da minha situação, tem me mantido informada. Mesmo sem querer, acabo sabendo de tudo o que acontece com minha filha. Ela está correndo risco de morte”, acredita a médica.

A informação do internamento da menina é negado pelo Conselho Tutelar de Monte Santo, que acompanha o caso de perto e faz visitas à família semanalmente. “Essa semana ela foi no hospital porque estava com uma assadura, provavelmente por conta da fralda, e levou ela lá. Ela também tem um probleminha no ouvido, desde lá de São Paulo, mas já está tomando medicação. Não teve nenhuma internação”, garante Vitória Eugênia Silva, conselhereira tutelar.

Uma funcionária do hospital Monsenhor Berengues, de Monte Santo, confirmou ao UOL que a criança ficou internada, mas disse que ela já teve alta – o motivo e a duração do internamento não foram confirmados. A funcionária informou que a promotoria esteve no hospital para averiguar o motivo da internação.

“Estão bem melhores agora, todos chamam ela de mãe, Silvânia está muito dedicada. Eles nasceram foi aqui, eles são daqui, não tem porque não se adaptar”, acredita a conselhereira. Além do Conselho Tutelar, o caso também é acompanhado pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

Adoções irregulares
Cinco filhos de Gerôncio com a lavradora Silvânia da Silva, inclusive uma criança de 2 meses, foram tirados da casa dos pais pela polícia para adoção. As crianças foram entregues a quatro casais de São Paulo, entre maio e junho do ano passado. Há suspeita de irregularidades no processo. A CPI do tráfico de pessoas também investiga o caso e chegou a ouvir Silvânia.

O Ministério Público da Bahia pediu a revogação das guardas provisórias das crianças. O juiz Luiz Roberto Cappio deferiu o pedido. Após a revogação da guarda provisória das crianças às famílias paulistas, elas passaram 15 dias em uma instituição de acolhimento para refazer os vínculos com a mãe, Silvânia. Cumprido este prazo, as crianças puderam voltar para a cidade natal, o que aconteceu no dia 19 de dezembro.

Então responsável pela comarca de Monte Santo, município baiano onde houve denúncia de adoção irregular de crianças, o juiz Vítor Manoel Xavier Bizerra disse nque as informações sobre o caso da guarda de cinco crianças de uma mesma família têm sido distorcidas. Ele alegou também que há tentativa de intimidação ao Judiciário no trabalho de proteção aos menores.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou que a Corregedoria do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) investigasse se o juiz Vítor Bizerra cometeu irregularidade ao autorizar que as cinco crianças fossem retiradas da guarda dos pais e entregues para adoção a quatro casais de São Paulo. Ele também foi ouvido pela CPI.

(CORREIO)

 

Dilma autoriza leilão para exploração de Petróleo e Gás nas regiões do Sisal e de Alagoinhas

Mais de dez municípios baianos da Região do Sisal e de Alagoinhas podem ser beneficiados com a decisão da presidente Dilma Roussef de autorizar a Agência Nacional de Petróleo (ANP) a inclusão da Bacia de Tucano e do Recôncavo no leilão para exploração e produção de petróleo e gás, que vai ocorrer em maio. O anúncio foi feito pelo secretário estadual de Planejamento do Estado, José Sérgio Gabrielli nesta quinta-feira (24). A decisão da presidente atende a um apelo do próprio secretário, do governador Jaques Wagner e também do deputado Joseildo Ramos. Esse pode ser o maior investimento econômico na região nas últimas décadas.
As empresas disputarão 36 blocos em solo da Bacia de Tucano Sul e 17 blocos na Bacia do Recôncavo. O investimento previsto de R$ 1 bilhão e expectativa de geração de mais de mil empregos diretos, com um impacto sem precedentes na economia dos municípios. “A Além de gerar receita a partir de Royalties com a produção, a exploração vai dinamizar o comércio e aumentar a renda dos trabalhadores”, comemorou Joseildo. O deputado ressaltou ainda que a exploração vai mudar o panorama do desenvolvimento dos municípios que compõem o semiárido e sofrem com a estiagem. A estimativa é que só sobre Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) sejam arrecadados R$ 25 milhões pelos municípios. O bloco que compreende a Bacia de Tucano Sul foi a leilão em 2006, mas algumas questões jurídicas travaram o resultado e fizeram Dilma cancelar o processo e autorizar um novo leilão, informou Antônio Rivas, que na época era gerente geral da Unidade de Exploração e Produção da Petrobras na Bahia e hoje é Assessor Especial da Secretaria Estadual de Planejamento (Seplan). Além de Alagoinhas, em razão da atividade comercial, as cidades de Inhambupe, Sátiro Dias, Biritinga, Olindina, Itapicuru, Nova Soure, Cipó e Araci, dentre outras, serão beneficiadas com a decisão.


RETIRADO DO GIL SANTOS

Cansanção: Empresas do Prefeito vencem licitações municipais por meio de esquema com familiares

Prefeitura conturbada (II)
Pelas irregularidades cometidas no período de 20 dias que assumiu a prefeitura em 2010, até a realização de eleições suplementares, Cirilo Damasceno foi multado pelo Tribunal de Contas dos Municípios em R$ 1.500.
Prefeitura conturbada (I)
O ex-prefeito de Cansanção Jarbas Andrade perdeu o mandato em 2009, depois que foi comprovado pela Polícia Federal que havia assinaturas falsas no seu documento de inscrição candidatura.
Cheiro de laranja

ranulfo

UM GRANDE empresário prevê a possibilidade de vencer as eleições para a prefeitura de uma cidade do interior da Bahia e decide transferir suas empresas para o sobrinho, o cunhado, a esposa e até um funcionário. Os novos donos dos negócios, no entanto, assinam procurações dando plenos poderes ao antigo proprietário. O empresário é eleito prefeito e, ‘coincidentemente’, as empresas as quais ele assume como procurador são as vencedoras dos contratos licitatórios na cidade.
A história, digna de um roteiro cinematográfico, aconteceu mesmo na cidade de Cansanção, localizada a cerca de 340 km de Salvador. O empresário e atual prefeito desde as eleições suplementares de 2010, Ranulfo da Silva Gomes (PSD), é procurador das empresas do Grupo Gomes. O problema é que essas empresas venceram contratos licitatórios no município, que juntos somam R$ 10 milhões, segundo denúncias feitas pelo vereador Cirilo Araújo Damasceno (PSDC).
O edil explica que todo o esquema montado pelo prefeito viola o regulamento previsto para os processos licitatórios. Por conta disso, ele ingressou com ações nos Ministérios Públicos Estadual e Federal contra as licitações fraudulentas e seus participantes. As denúncias incluem crimes de corrupção ativa e passiva, formação de quadrilha, desvio de dinheiro público e peculato — quando um servidor público se apropria de um bem ou recurso público.
A Madeireira Gomes, que fica embaixo da residência do prefeito, é uma das propriedades de Ranulfo da Silva Gomes (PSD), que viu as licitações da prefeitura beneficiarem o próprio negócio
Mais Bahia?
Empresas do prefeito de Cansanção vencem licitações municipais por meio de esquema com familiares
Texto Adalton dos Anjos
[email protected]
Salvador, 25 de janeiro de
Prefeito não responde
O Jornal da Metrópole tentou por diversas vezes entrar em contato com o prefeito de Cansanção, Ranulfo da Silva Gomes, mas o alcaide não atendeu ou retornou as ligações.
Vereadores se mostram temerosos
Familiares seriam ‘laranjas’ do prefeito
A inércia dos órgãos fiscalizadores também serve de inspiração para cinco dos seis vereadores da oposição. “Não sei por que motivo eles se dizem da oposição, não denunciam. Dizem que têm medo dos guarda-costas do prefeito”, diz Cirilo.
O vereador Júnior (DEM), da bancada de oposição, diz saber das denúncias contra o prefeito, mas não se mostra tão enérgico quanto à necessidade de investigação. Ao fazer uma avaliação do governo de Ranulfo, ele dispara: “Tanto faz como tanto fez. Não tenho o que reclamar, para mim está bom”. O edil ainda garantiu que as empresas citadas na denúncia de Cirilo são realmente do prefeito e que todos os integrantes da Câmara têm a informação das fraudes licitatórias.
O Jornal da Metrópole contatou o MPE, que informou ter solicitado à prefeitura o envio de documentos para seguir com as investigações. Já o MPF, também acionado por Cirilo, recebeu o pedido de investigação, mas com a reeleição de Ranulfo em outubro, ele passou a ter direito a foro privilegiado. Com isso, o processo está sendo acompanhado pela Procuradoria Regional da República.
As empresas de Ranulfo transferidas ao seu sobrinho Gabriel Santos de Oliveira, ao cunhado Edilmário Simões de Oliveira, à esposa e secretária de Saúde, Vilma Rosa de Oliveira Gomes, e ao funcionário Milton Neves de Oliveira são as vencedoras de diversos contratos licitatórios no município. As áreas em que elas atuam são transportes, combustíveis e óleos lubrificantes, além de suprimentos de informática.
De acordo com Cirilo, um dos funcionários ‘laranja’ é motorista de uma das empresas do prefeito, a Magol Madeireira Gomes. Já o cunhado, “é uma pessoa simples”, diz o vereador. O denunciante ainda relata em seu pedido de investigação criminal que “não se identifica qualquer frequência deste empresário ao ‘seu vultuoso empreendimento””.
Quanto ao sobrinho de Ranulfo, o vereador afirma que os endereços de Gabriel e do prefeito são os mesmos. “Quem concorre à licitação é ele [Ranulfo] mesmo. Só quem ganha é ele”, afirma Cirilo, que reclama da demora do Ministério Público na cidade para investigar as denúncias.
Edilmário S. de Oliveira passou a ser o dono de uma empresa varejista de combustíveis que era de Ranulfo Gomes, mas fez uma procuração dando poderes ilimitados ao atual prefeito. Em fevereiro de 2011, a E S de Oliveira Conceição-ME foi contratada pela prefeitura.

As denúncias contra Ranulfo não param por aí. Após as eleições de 2012, um eleitor foi até a Procuradoria de Justiça da Comarca de Cansanção e o acusou de compra de votos. Alisson Pereira dos Santos Bacelar diz ter recebido da prefeitura um depósito de R$ 572,24 sem ter prestado serviços. Segundo ele, o prefeito tentou lhe convencer a receber a quantia e apoiá-lo nas eleições. Mesmo recusando a proposta, Alisson teve o valor depositado por dois meses. Para Cirilo, houve uma demora anormal do MP. “O eleitor me procurou e me deu cópia da denúncia. Vim ao fórum com ele, e esta não tinha sido feita pelo MP. Fiz pelo meu partido”. O prefeito, o vice-prefeito, Paulo Passos (PRP), e o promotor de Justiça da cidade foram intimados pela juíza eleitoral de Monte Santo para prestarem esclarecimentos.

Fonte Jornal da Metropole

Últimas chuvas acumulam água nas barragens da bacia do Itapicuru-Açu

pindoba

As fortes chuvas trouxeram alivio aos produtores e pecuaristas que ainda sofrem com o prejuízo gerado pela forte estiagem na região.  A barragem de Pindobaçu, responsável por abastecer os municípios de Saúde, Caén e Jacobina, recebeu um grande volume de água.

Segundo a Companhia de Engenharia Rural da Bahia (Cerb), responsável pela barragem de Pindobaçu, o reservatório acumulou cerca de 4,4 milhões de metros cúbicos com as  chuvas que caíram esta semana na bacia do Itapicuru Açu. A barragem de Pindobaçu faz parte de um conjunto de três barragens – Pindobaçu, Ponto Novo e Pedras Altas.

 Com o aumento do volume de água nos reservatórios o possível racionamento para o consumo humano e a anunciada paralisação no sistema de irrigação de Ponto Novo, pode não mais acontecer. O reservatório de Pindobaçu funciona como regulador de vazão da bacia do Itapicuru Açu.

Falandotudo.com

 

Concurso: começa terça-feira as inscrições para concurso da Polícia Civil

civil2

As inscrições para o concurso público destinado ao provimento de 600 vagas no quadro da Polícia Civil da Bahia começam na próxima terça-feira (29). Realizada pela Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb), a seleção oferece 100 vagas para delegado, 100 para escrivão e 400 para investigador.

Os candidatos poderão realizar as inscrições no site da organizadora do certame, o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília – Cespe/UnB. A taxa de inscrição para o cargo de delegado é no valor de R$ 150 e, para as demais funções, o custo será de R$ 120. As inscrições serão encerradas no dia 19 de fevereiro.

Para concorrer a uma vaga de delegado, o candidato deve ser diplomado em Direito, enquanto para escrivão e para investigador, é preciso ter diploma de curso de nível superior. Além disso, quem for disputar a vaga de investigador deve ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH) válida, categoria “B”, no mínimo.

A remuneração para o cargo de delegado em início de carreira pode chegar a R$ 9.155,28, incluindo vencimento básico, Gratificação de Atividade Jurídica (GAJ) e vantagens relativas à jornada de trabalho de 40 horas semanais. Para os cargos de escrivão e investigador a remuneração inicial, formada por vencimento, Gratificação de Atividade de Polícia Judiciária (GAPJ) e vantagens para 40 horas, chega a R$ 2.665,91. A jornada mínima para as carreiras é de 30 horas.

As provas objetivas e discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, serão realizadas em Salvador, Barreiras, Itabuna, Juazeiro e Vitória da Conquista. O edital do concurso prevê ainda, sob responsabilidade do Cespe/UnB, mais três etapas eliminatórias: teste de aptidão física, exame biomédico e exame psicotécnico, além da avaliação de títulos, de caráter classificatório. A investigação social e de conduta pessoal, também de caráter eliminatório, será feita pela Polícia Civil e pela Saeb.

Com este concurso, o Estado avança na renovação do quadro de pessoal via concurso público. Desde 2007, a atual gestão já contratou mais de 28 mil novos servidores públicos, com prioridade para as áreas diretamente voltadas para o desenvolvimento das políticas públicas de Saúde, Segurança e Educação.

Dose única de vacina experimental oferece proteção contra a dengue

vacina

Cientistas do Instituto Nacional de Saúde dos EUA (NIH) desenvolveram uma vacina candidata contra a dengue que se mostrou segura e capaz de estimular resposta imune forte na maioria dos receptores, de acordo com resultados de um ensaio clínico em estágio inicial.

Os resultados foram publicados no Journal of Infectious Diseases.

A dengue, prevalente em muitas regiões tropicais e subtropicais do mundo, é causada por qualquer um dos quatro vírus relacionados – DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4 – que são transmitidos aos seres humanos por mosquitos Aedes. A Organização Mundial de Saúde estima que a cada ano, de 50 a 100 milhões de casos de dengue ocorram em todo o mundo, resultando em 500 mil internações de pacientes com doença grave, muitos deles crianças.

A infecção por um vírus da dengue resulta na imunidade a esse vírus específico, mas não para os outros três. A investigação mostra que a probabilidade de doença grave aumenta quando uma pessoa é subsequentemente infectada com um vírus de dengue diferente. Esta observação sugere que a vacina da dengue ideal seria tetravalente, isto é, ofereceria proteção contra os quatro vírus de dengue.

“A carga global de dengue é enorme e está crescendo. Estamos cautelosamente otimistas sobre estes recentes resultados de ensaios clínicos com a vacina tetravalente candidata, no entanto muito mais trabalhos ainda precisam ser feitos”, afirma o diretor do NIAID Anthony S. Fauci.

Ensaio clínico

A Fase I do estudo clínico, lançado em julho de 2010 e liderado pela investigadora principal Anna Durbin, da Universidade Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health, testou uma dose única de cada uma das quatro versões da vacina contra a dengue.

A vacina é viva atenuada, o que significa que contém os vírus enfraquecidos o suficiente de tal forma que eles não causam doença, mas ainda podem induzir uma resposta imune. Cada uma das quatro vacinas testadas incluiu misturas diferentes de componentes destinados a proteger contra os quatro vírus de dengue.

A Fase I estudo foi realizada em Baltimore; Burlington, Vermont e Washington, DC. A análise final do estudo incluiu 112 homens e mulheres saudáveis com idades entre 18 a 50 anos que não tinham sido previamente expostos ao vírus da dengue ou afins, tais como vírus do Nilo Ocidental e vírus da febre amarela.

Os participantes foram divididos aleatoriamente em quatro grupos. Em cada grupo, 20 voluntários receberam uma única dose de 0,5 mililitro subcutânea de uma das combinações de vacinas tetravalentes candidatas, e outros oito receberam placebo. Todos foram monitorados quanto a reações adversas imediatas por pelo menos 30 minutos após a vacinação, e tiveram sua temperatura corporal medida três vezes por dia, durante 16 dias, para verificar se havia eventuais reações adversas. Os participantes também realizaram exames de sangue.

Os investigadores verificaram que todas as quatro combinações de vacinas candidatas induziram respostas de anticorpos contra cada um dos vírus da dengue. No entanto, uma combinação da vacina, TV003, pareceu induzir a resposta de anticorpos mais equilibrada contra os vírus de dengue. Uma dose única de TV003 resultou em uma resposta de anticorpos a todos os quatro vírus de dengue, em 45% dos participantes e contra três dos quatro vírus em 45% adicional. No geral, uma resposta imune a pelo menos três vírus foi observada em 90% dos indivíduos vacinados com TV003.

“A promessa de TV003 é que ela obteve respostas de anticorpos sólidos após apenas uma dose. Outras vacinas em desenvolvimento requerem duas ou três injeções, em doses mais elevadas para atingir resultados semelhantes”, explicou o pesquisador Stephen Whitehead.

Todas as quatro vacinas tetravalentes candidatas foram seguras, e os participantes não experimentaram febre ou doença semelhante à dengue após a vacinação. O efeito colateral mais comum foi uma erupção fraca.

“Os resultados deste estudo de Fase I parecem muito promissores e os cientistas estão buscando um maior desenvolvimento de TV003”, afirma Kathryn Zoon.

Os pesquisadores estão realizando estudos para avaliar ainda mais a segurança da vacina e sua capacidade de estimular uma resposta imune em voluntários saudáveis e em pessoas que foram infectadas anteriormente pela dengue ou vírus relacionados.

Record troca “Tudo a Ver” por “Ídolos Kids” a partir de março TESTE?

idolos-kids

A Record quer mudar o dia e horário de exibição do “Ídolos Kids”. Com as inscrições abertas para a sua segunda temporada que tem estreia prevista para o mês de março, o reality musical infantil pode ser levado ao ar aos fins de semana.

Há o desejo da emissora de colocar a atração comandada por Cássio Reis na faixa das 13h, antecedendo o “Programa do Gugu”. Se de fato isso vier a acontecer, o programa vai substituir o “Tudo a Ver”, que recentemente ocupou o espaço com o término do “Tudo é Possível” e que vem garantindo bons índices à emissora.

TV paga encerra 2012 com faturamento acima dos 20 bilhões

TVPaga

Não foi só com recorde de assinaturas que a TV paga fechou 2012: foi com de faturamento também. Comparado a 2011, o salto foi de 32%. Ou seja: de acordo com o levantamento da ABTA (Associação Brasileira de Televisão por Assinatura), o ano que passou rendeu R$ 23,7 bilhões ante os R$ 18 bilhões do ano retrasado.

Segundo o jornalista Daniel Castro, a pesquisa também mostra que este foi o primeiro ano em que a TV paga superou a aberta em cifras. Até outubro de 2012, as redes abertas faturaram R$ 16 bilhões. E mesmo com com a inserção de mais campanhas nas épocas de Natal e Ano Novo, será quase impossível bater a marca dos 20 bilhões.

A diferença é que, na medição, a arrecadação da tv aberta vem somente da publicidade, o que na TV paga representa somente 7%, já que os dados de receita da TV paga aferidos pela ABTA também somam as receitas das operadoras de TV que disponibilizam os serviços de banda larga e telefonia.

por João Amaro-rd1