Pela primeira vez, Brasil supera 4 mil mortes diárias por Covid-19

Total de vítimas fatais chegou a 336.947, enquanto que o número de casos saltou para 13.100.580; segundo boletim da Fiocruz, pandemia deve continuar em ‘níveis críticos’ ao longo de todo o mês de abril

  • Por Jovem Pan
  • 06/04/2021 18h07 – Atualizado em 06/04/2021 21h02
EDMAR BARROSFUTURA PRESSESTADÃO CONTEÚDOPaís já superou a marca de 335 mil mortos pela doença

Pela primeira vez desde o início da pandemia, o Brasil superou a marca de 4 mil mortes diárias causadas pela Covid-19, registrando 4.195 novos óbitos nas últimas 24 horas. Com isso, o total de vítimas fatais da doença foi para 336.947. No mesmo período, foram contabilizados 86.979 novos casos de Covid-19, elevando o total de infectados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) e suas variantes para 13.100.580. A média móvel de mortes da doença nos últimos sete dias voltou a subir, indo para 2.757, assim como a média móvel de novos casos de Covid-19, que aumentou para 63.210. Os dados foram divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde (CONASS) com atualização de boletim feita às 18h desta terça-feira, 6.

Com os dados, o Brasil segue sendo o segundo país mais afetado pela pandemia em números absolutos, sendo superado apenas pelos Estados Unidos, que somam 30,8 milhões de casos e 556 mil mortes pela Covid-19. Os indicadores continuam mostrando tendência de avanço da pandemia. A taxa de mortalidade aumentou e foi para 160,3 a cada 100 mil habitantes, enquanto que a taxa de incidência chegou a 6.234 a cada 100 mil habitantes. Por sua vez, a taxa de letalidade seguiu estável em 2,6%. Em números absolutos, com 2.554.841 casos e 78.554 mortes, São Paulo segue sendo o Estado mais atingido pela pandemia. Já em termos relativos, o Amazonas tem a pior taxa de mortalidade (292,8 a cada 100 mil habitantes) enquanto que Roraima detém a pior taxa de incidência (14.953,4 a cada 100 mil habitantes).

Estado de São Paulo também registrou hoje o maior número de óbitos diários por Covid-19 desde o início da pandemia. Só nas últimas 24 horas, 1.389 pessoas morreram em decorrência da doença. Até então, o maior registro de mortes em um único dia havia sido de 1.209 na última terça-feira, 30. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, o recorde tem números acumulados desde o feriado da última sexta-feira, 2, quando habitualmente são registrados menos óbitos. Não foi informado pelo Ministério da Saúde se o mesmo ocorreu com os números totais do país.

Níveis críticos devem continuar no mês de abril

O país ultrapassa a marca das 4 mil mortes diárias no dia em que a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulga um boletim extraordinário afirmando que a pandemia deve continuar em níveis críticos ao longo de todo o mês de abril, o que tem chances de prolongar a crise sanitária vivida atualmente com falta de leitos de UTI e milhares de mortes diárias. O grupo de pesquisadores responsável pelo estudo defendeu que devem ser adotadas e continuadas medidas urgentes para conter a transmissão e aumento do número de casos, como a adoção de bloqueios sanitários ou lockdowns, o que vem sendo implementado em alguns estados brasileiros desde o fim de fevereiro.

Outras medidas defendidas no documento são: proibição de eventos presenciais, suspensão de atividades educacionais presenciais no país, toque de recolher nacional das 20h às 6h, fechamento de bares e restaurantes, adoção do trabalho remoto e ampliação da testagem e acompanhamento de casos. Os pesquisadores pediram ainda união entre os Poderes (Executivo, Judiciário e Legislativo) e suas diferentes instâncias (municipal, estadual e federal) no combate à pandemia. “Coerência e convergência são fundamentais neste momento de crise para que as medidas de bloqueio sejam efetivamente adotadas de forma a sair do estado de colapso de saúde e progredir para uma etapa de medidas de mitigação da pandemia, diminuindo o número de mortes, casos e taxas de transmissão e efetivamente salvando vidas”, afirmou o grupo.

Nesta segunda, o Brasil bateu pela primeira vez a meta diária de imunização estipulada pelo ministro Marcelo Queiroga e aplicou 1 milhão de doses da vacina contra a Covid-19 em um dia, número que deve ser registrado novamente nesta terça. Durante a tarde, o presidente Jair Bolsonaro ligou para o presidente da Rússia, Vladimir Putin, para tratar da aquisição de doses do imunizante Sputnik V para o país. Até o momento, o Brasil só tem autorização de uso emergencial dos imunizantes de Oxford, do Instituto Butantan e da Janssen; o país também tem registro definitivo para uso da vacina da Pfizer, que não é distribuída em massa até o momento.

  • MATÉRIA ORIGINAL JOVEMPAM

Morre o radialista e apresentador de TV Will Nogueira após 17 dias internado por Covid-19

Will Nogueira ficou conhecido no Nordeste por apresentação do programa Sábado Alegre, na TV Diário
Legenda: Will Nogueira ficou conhecido no Nordeste por apresentação do programa Sábado Alegre, na TV Diário
Foto: Bruno Gomes/SVM (Maio de 2014)

Morreu, na manhã desta segunda-feira (5), o radialista e apresentador de TV cearense Will Nogueira, aos 69 anos, após complicações da Covid-19. Em entrevista ao Diário do Nordeste, Eduardo Nogueira, irmão do comunicador, disse que ele ficou internado 17 dias. “Ele estava bem, mas na última semana apresentou uma piora da doença”, declarou.

Ainda segundo Eduardo Nogueira, o apresentador chegou a ser intubado, mas não resistiu à doença. Ele estava recebendo cuidados no Hospital São Carlos, na Capital cearense.

Funcionário do Sistema Verdes Mares (SVM) durante 36 anos, Will chegou a dirigir a Rádio FM 93. Além disso, também fez carreira na televisão, atuando como apresentador dos programas “Sábado Alegre”, na TV Diário, e no “Terral”, na TV Ceará (ex-TV Educativa).

O corpo de Will Nogueira é sepultado na tarde desta segunda-feira no Jardim Metropolitano. O comunicador deixa esposa e duas filhas.

Sindicato dos Radialistas publicou nota de pesar em rede social
Legenda: Sindicato dos Radialistas publicou nota de pesar em rede social
Foto: Reprodução/Facebook

O radialista era formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Ceará (UFC), e iniciou a carreira no rádio ainda na década de 1970.

Logo após aposentadoria da FM 93 em 2015, Nogueira passou a trabalhar como consultor em programação de Rádio e TV.

Com a morte de Will Nogueira, sobe para 36 número de radialistas mortos pela Covid-19 no Ceará. O número é do Sindicato dos Radialistas e Publicitários do Estado do Ceará.

HOMENAGENS NAS REDES SOCIAIS

No Facebook, o Sindicato dos Radialistas do Ceará lamentou o falecimento do profissional. “É com imenso pesar que a diretoria do Sindradioce informa o falecimento do comunicador Will Nogueira, ocorrido na manhã de hoje, 4 de março, em Fortaleza, vítima de Covid-19. Will estava internado em um hospital em Fortaleza e hoje perdeu à luta para o vírus”.

O humorista cearense Tom Cavalcante também prestou homenagem ao apresentador Will Nogueira no Twitter. “Meu  primeiro diretor  na FM 93 de Fortaleza. Um profissional respeitado e querido pelo mercado nacional e artistas. Obrigado por tudo! Meus sentimentos à família e amigos. Difícil! Descanse e renasça em luz junto a Jesus”.

Jovem encontrada morta em Petrolina será sepultada nesta terça-feira (06) em Senhor do Bonfim

Foto: Redes Sociais

A jovem Paloma de 23 anos, natural de Senhor do Bonfim, foi encontrada morta neste domingo (04) no apartamento onde morava na cidade de Petrolina-PE. Ela morava no Alto do Cigano, em nossa cidade.

Paloma trabalhava numa concessionária de veículos  e recentemente havia sido transferida para Petrolina. Não há mais detalhes sobre sua morte. Informações que a polícia trabalha com a possibilidade de suicídio.

 

O corpo de Paloma chegou na tarde desta segunda-feira (05) a Senhor do Bonfim e está sendo velado no Memorial Vila Nova. O sepultamento está marcado para ser  realizado na manhã desta terça-feira (06) no Cemitério Jardim da Saudade.

ELOITON CAUHY

Cantor Genival Lacerda se vivo fosse completaria 90 anos nesta segunda-feira (5)

Nesta segunda-feira (5), o cantor Genival Lacerda completaria 90 anos de idade. O que todos nós gostaríamos, como admiradores do trabalho de Genival que conquistou o Brasil através da irreverência, era poder parabenizar com um grande evento de forró. E como não será possível, a saudade deixada com a partida do artista será amenizada através do show inédito gravado por Genival.

Para alegria de todos e em comemoração ao aniversário do senador do Rojão, serão liberadas as faixas na integra do show “Minha Estrada”, gravado em 2019, no Recife.

Algumas músicas do novo material já foram disponibilizadas e, como a data é especial, o filho de Genival, o também cantor João Lacerda, decidiu homenagear o pai colocando à disposição do público a alegria em forma da musicalidade e diz.

“Gostaria que fosse diferente, mas Deus não quis. Por aqui sigo cuidando do material de Genival que jamais será esquecido e nem pode. Um grande nome conhecido em todo o Brasil e não podemos deixar que essa história se apague. Pensei em muitas homenagens para ele nesse dia, mas devido a tudo que estamos passando, colocar a música dele para tocar pelo País talvez seja a melhor maneira de manter a memória do artista vivo. Genival é um símbolo da alegria, das grandes histórias, das músicas engraçadas e isso é tão importante para vida porque foi um grande exemplo para todos nós”, revela João.

O material ficará disponível em todas as plataformas digitais e no canal do YouTube da Polydisc. Genival Lacerda faleceu no início deste ano vítima da Covid-19.

Ascom

Sorteio na sexta-feira define adversários do Bahia na Copa Sul-Americana

Autor(a): Redação Galáticos Online em 05 de Abril de 2021 14:15
Foto: Felipe Santana | E.C.Bahia

Um dos principais objetivos do Bahia nos últimos anos, a Copa Sul-Americana 2021, irá definir os seus confrontos nesta sexta-feira (9), em sorteio realizado pela Conmebol.

Classificado para a competição pela 4° temporada consecutiva, o Tricolor terá a companhia dos brasileiros, Athletico Paranaense, Corinthians, Ceará, Atlético-GO, Red Bull Bragantino. Iniciada em março, a 1° fase da competição conta com 32 times, onde 16 serão promovidos à fase de grupos do torneio.

Os cabeças de chave são os oitos melhores colocados no ranking da federação. Atualmente na 67° colocação da lista, o Bahia poderá ser ultrapassado, caso o Penarol-URU (8°) ou o Emelec-EQU (25°) avance da primeira fase. Corinthians (23°) e Athletico (24°), já estão garantidos como líderes do grupo.

Já as equipes que forem eliminadas da pré-Libertadores, entrarão, automaticamente, no Grupo 4 da competição. Na disputa estão:

Santos x San Lorenzo
Independiente del Valle x Grêmio
Bolívar x Junior Barranquilla
Libertad x Atlético Nacional.

Governo da Bahia volta a declarar estado de calamidade em todo o estado

Governo da Bahia volta a declarar estado de calamidade em todo o estadoFoto: Matheus Caldas/Bahia Notícias

O governo da Bahia publicará na edição do Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (6) um novo decreto declarando estado de calamidade pública em todo o território em virtude da pandemia da Covid-19. Este é o terceiro decreto do tipo publicado pelo governo baiano para fins de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus. A medida, que tem validade de seis meses, autoriza a mobilização de todos os órgãos estaduais, no âmbito das suas competências. 

A publicação do decreto segue normativa do Ministério do Desenvolvimento Regional e viabiliza a liberação de recursos por parte do Governo Federal para que sejam aplicados nas medidas de prevenção, controle, contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a fim de evitar a disseminação da doença.

MATÉRIA ORIGINAL : BAHIA NOTICIAS

Pesquisa XP/Ipespe: Rejeição ao governo de Bolsonaro cresce e chega a 48%

 

por Lula Bonfim

 

Foto: Marcos Corrêa / PR

A rejeição ao governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a crescer, segundo dados da nova rodada de pesquisas XP/Ipespe. Aqueles que consideram a gestão federal ruim ou péssima eram 45% em março e chegaram a 48% neste mês de abril.

 

Nos últimos seis meses, a avaliação negativa da gestão pulou de 31% para 48% dos entrevistados, ao mesmo tempo em que os que consideram a administração ótima ou boa diminuíram de 39% para 27%.

 

Por outro lado, a avaliação da atuação de Bolsonaro no combate ao novo coronavírus teve uma pequena melhora no último mês. Em março, 61% dos entrevistados consideravam ruim ou péssimo o enfrentamento do presidente à doença. Agora, em abril, são 58%. Aqueles que avaliam a gestão da pandemia ótima ou boa eram 18% e agora são 21%.

 

Foram realizadas 1.000 entrevistas em todo o território nacional, nos dias 29, 30 e 31 de março. A margem de erro máxima é de 3,2 pontos percentuais para o total da amostra.

 

GOVERNADORES

A avaliação dos governadores piorou. Em fevereiro, a última vez em que a pergunta foi realizada pela pesquisa XP/Ipespe, 23% dos entrevistados consideravam ruim ou péssima a administração de seu gestor estadual. Em abril, são 31%.

 

Outros indicadores mostram que nunca esteve tão grande o medo que os entrevistados dizem ter sobre a pandemia. São 55% os que dizem estar com muito medo da doença, contra 49% no último levantamento.

Apresentador da TV Bahia é internado após complicações da Covid-19

[Apresentador da TV Bahia é internado após complicações da Covid-19 ]
31 de Março de 2021 às 18:16 Por: Reprodução/Instagram @daniloribeiro.dan Por: Redação BNews

Após ter descoberto há pouco tempo que estava com coronavírus, o apresentador do Globo Esporte Bahia, na TV Bahia, Danilo Ribeiro, foi internado por complicações da doença. A última vez que o jornalista se apresentou foi no dia 24 de março.

Segundo o Alô Alô Bahia, a Covid-19 deixou o jornalista com baixa saturação e 50% do pulmão comprometido. Danilo Ribeiro chegou a ser colocado no oxigênio, depois de ter dado entrada em uma unidade médica de Salvador, e segue no tratamento.

Além de Danilo Ribeiro, outros repórteres da TV Bahia também já tiveram a Covid-19, como Camila Marinho, Luana Assiz e Mauro Anchieta. Contudo, todos eles já se curaram.

Bahia: Toque de recolher voltará a ser das 20h às 5h, a partir de segunda-feira (05)

A partir da próxima segunda-feira (05), o horário do toque de recolher será reduzido na Bahia. A restrição de locomoção noturna, que atualmente funciona das 18h às 05h, voltará a valer das 20h às 5h.

A mudança foi anunciada pelo Governador Rui Costa, durante o programa Papo Correria dessa terça-feira (30). O toque de recolher foi adotado para conter o avanço da pandemia do novo coronavirus e reduzir as taxas de ocupação de leitos na Bahia.

Durante a restrição de locomoção noturna, só poderá circular pelas ruas quem precisar ir a serviços de saúde ou farmácia, em que seja comprovada a urgência. Servidores, funcionários e colaboradores que atuam nas unidades públicas ou privadas de saúde e segurança também têm trânsito liberado durante o toque de recolher, caso estejam desempenhando suas funções.

Os estabelecimentos comerciais e de serviços deverão encerrar as suas atividades com até 30 (trinta) minutos de antecedência do período estipulado no novo toque de recolher, para garantir o deslocamento dos seus funcionários e colaboradores às suas residências.

Da Redação PNB

SINJORBA e SINTERP solicitam que o Ministério da Saúde inclua profissionais da imprensa no grupo prioritário da vacinação contra a Covid-19

(foto reprodução internet)

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (Sinjorba) e o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e de Publicidade no Estado da Bahia (Sinterp), solicitaram ao Ministério da Saúde a inclusão dos profissionais de imprensa nas categorias de trabalhadores prioritários no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19.

Em ofício enviado ao Secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros, o Sinjorba e o Sinterp argumentaram que os jornalistas e radialistas, estão expostos à transmissão da covid, uma vez que realizam reportagens presenciais, até em unidades de saúde.

Os sindicatos destacaram ainda que um levantamento feito pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) mostrou que, até o final de janeiro/2021, 94 jornalistas perderam a vida vítimas do covid-19.

Veja a solicitação na íntegra:

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia (Sinjorba) e o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e de Publicidade no Estado da Bahia (Sinterp), neste ofício representados pelo presidente do primeiro, vêm por meio deste solicitar a inclusão dos profissionais de imprensa no rol das categorias de trabalhadores prioritários no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19.

Argumentam primeiramente as duas entidades que seus representados, jornalistas e radialistas, desempenham serviço de cobertura jornalística dos fatos cotidianos e apresentam-se expostos à transmissão da covid, uma vez que realizam reportagens presenciais, até em unidades de saúde. Um levantamento feito pela Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) mostrou que, até o final de janeiro/2021, 94 jornalistas perderam a vida vítimas do covid-19.

Argumentam secundariamente as entidades que o decreto federal 10.288, artigo 4º, de 22/03/2020, incluiu a imprensa como serviço essencial durante a pandemia:

“Art. 4º São considerados essenciais as atividades e os serviços relacionados à imprensa, por todos os meios de comunicação e divulgação disponíveis, incluídos a radiodifusão de sons e de imagens, a internet, os jornais e as revistas, dentre outros.”

Com base neste decreto, as empresas de comunicação mantêm profissionais de prontidão para o trabalho externo, muitas vezes sem oferecer a devida estrutura de cuidado para que não adoeçam.

Diante do exposto, reivindicam as duas entidades que seja analisado o pleito, a fim de que possamos preservar a vida de quem está diariamente na linha de frente, longe do isolamento social, garantindo que o país tenha a melhor informação mesmo em tempos de pandemia.

Certo de contar com vossa atenção, agradecemos antecipadamente.

Da Redação